segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

A MILITÂNCIA DEM HENRIQUE CUNHA JR EM SÃO BERNARDO DO CAMPO



No dia 10 de janeiro de 2009, Kiusam de Oliveira, Honerê e Ketu (MNU) receberam na Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo/SP, o grande militante Henrique Cunha Jr. Num ambiente de muita descontração, o professor titular da Universidade Federal do Ceará, de férias em São Paulo, aceitou meu convite para compartilhar seus conhecimentos com pessoas da militância, do movimento negro. Entre outros assuntos, revelou fatos sobre o eternizado militante, seu pai, Henrique Cunha, integrante da Frente Negra Brasileira e todo seu envolvimento com o jornal "Clarim da Alvorada". Comentou sobre o valor das associaões culturais dos negros elo país, nos anos 30, 40, que através de manifestações culturais combatiam discriminações raciais na época. Relata fatos sobre o Clube Flor de Maio, em São Carlos e o grupo de teatro que lá implementou. Afirma que descobriu tardiamente o valor das irmandades e reconhece o valor do GT Plum, comandado por uma médica - Iracema de Almeida - grupo que reunia profissionais liberais e médicos negros, vinculados ao partido de direita. Entra na área que muitas professores presentes gostaria de saber: africanidades. Também nos informa que no Ceará (UFC) há 25 pesquisadores negros que conseguem avançar nas questões raciais, alem de 3 serem militantes. Livro indicado "Espaço Urbano e Afrodescendencia estudo da espacialidade negra urbana para o debate das políticas públicas". Foi um encontro memorável.

2 comentários:

DEUSA PAGÃ disse...

olá!!! tem post novo...
a continuação do capítulo quatro..
super abraço.
Deusa.

DEUSA PAGÃ disse...

Oi! Fazendo uma "visitinha" em seu blog...

Super abraço.
E apareça sempre!